Menu

26 de Dezembro, 2023

Balanço 2023. O melhor e o pior da SIC

Instagram

A SIC termina o ano de 2023 como líder de audiências, mas sem o fulgor de outros tempos. Não foi um ano particularmente feliz para os responsáveis do canal.

O melhor da SIC

‘Os Traidores’

O formato de estratégia da SIC foi o melhor programa de 2023. Apesar de existirem muitas melhorias a fazer, o formato apresentado por Daniela Ruah foi a maior lufada de ar fresco na televisão portuguesa.

Os concorrentes foram bem escolhidos, a apresentadora esteve impecável, ficando apenas a falta maior empenho da produção em tornar os jogos interessantes.

Infelizmente, o público elogiou, mas as audiências não corresponderam. Provavelmente, não haverá uma segunda temporada, o que é uma pena. Fazem falta programas realmente diferentes no pequeno ecrã e a SIC conseguiu atirar uma pedrada para o charco.

O pior

‘Papel Principal’

Não há como fugir. ‘Papel Principal’ foi o maior tiro ao lado do canal de Paço de Arcos em 2023 e que, financeiramente, pode comprometer o futuro da estação em 2024.

A novela não agradou, de todo, ao público e chegou mesmo a perder para o ‘Joker’ da RTP. O elenco é ótimo, mas a história foi muito mal contada no início. Vai terminar mais cedo do que o previsto e não se livra da revolta e tristeza dos atores. A ficção da SIC pode não recuperar tão depressa depois deste marasmo a que se junta a terrível sitcom ‘A Casa da Aurora’, que deriva da novela. Se uma pode ser considerado menos boa, o outra é um produto televisivo que só pode ser considerado terrível

Categorias: Tags: