Menu

11 de Outubro, 2022

‘All You Need Is Love’. Será que estamos assim tão nostálgicos?

Fátima Lopes/Instagram

A SIC fez regressar o ‘All You Need Is Love’ à antena, depois do enorme sucesso que teve nos anos 90. Em jeito de comemoração dos 30 anos da estação, foi emitido um especial no último domingo. Será que a nostalgia funcionou?

A avaliar pelas audiências da estreia, a resposta é simples: não! O ‘All You Need Is Love’ não segurou os números do líder ‘Isto É Gozar Com Quem Trabalha’ e perdeu em toda a linha para o ‘Big Brother’. O regresso do formato da SIC conseguiu 7,9% de audiência média e 17,8% de quota de mercado, o que representa cerca de 749 mil espectadores, em média.

Mas no que é que o terceiro canal errou? Talvez no próprio regresso ou apenas no dia e horário de exibição. O formato que mexe com as emoções dos protagonistas e do público mostrou-se renovado e bem produzido. Houve boas histórias e uma cadência dinâmica. No fundo, foram alguns momentos capazes de fazer chorar as pedras da calçada, mas felizmente com conta peso e medida.

Ainda assim, não acredito que o público de horário nobre esteja disponível para assistir a um formato do género. Os tempos são outros e muito dificilmente há disponibilidade para pura lamechice fora das manhãs ou das tardes, mesmo que o amor esteja no centro das atenções.

Fátima Lopes e João Paulo Sousa

A apresentadora voltou ao formato que assumiu há vários anos e esteve como um peixe na água. Aliás, foi mesmo o melhor da estreia. Segura daquilo que faz e exímia na gestão de emoções, Fátima Lopes não deixou o formato cair na qualidade.

Por outro lado, João Paulo Sousa fez o mesmo, mas fora de portas. O apresentador teve o seu reconhecimento merecido em horário nobre e conseguiu boas reportagens e bons momentos que surpreenderam sobretudo os protagonistas dos mesmos. 

No fundo, há duas coisas a reter: mexer em grandes formatos do passado, além de novelas, pode não ser boa ideia. Além disso, este é, para já, o segundo programa mal sucedido de Fátima Lopes, um claro sinal de que ou o público está cansado ou a apresentadora não está a fazer aquilo que devia em televisão. 

Rating: 3 out of 5.

Categorias: Tags: