Menu

22 de Agosto, 2022

‘Eu Faço Tudo Por Amor’. O regresso da TV em movimento

RTP/Instagram

Filomena Cautela regressou à antena da RTP com ‘Eu Faço Tudo Por Amor’, um programa que estreou este domingo (21/08) e que é entretenimento puro. O formato é bem disposto, divertido, embora não seja melhor que outras apostas do canal. Fique com a opinião e a avaliação do mais recente programa de horário nobre do canal público.

‘Eu Faço Tudo Por Amor’ trouxe de volta à televisão um género de programa que está cada vez menos presente nas grelhas dos canais nacionais, e nem se percebe bem porquê. Cheio de boa disposição desde o início, alegria, música e cor, a nova aposta da RTP é o formato ideal para as noites mais quentes de verão e, por isso, podia ter chegado mais cedo.

No programa, quatro casais competem entre si para conquistar um prémio final que, na estreia, foi um cruzeiro de cinco dias pelo Mediterrâneo. Aqui, convém trazer para a mesa uma discussão dos tempos modernos: só se candidataram casais heterossexuais? Claro que ainda só pudemos assistir à estreia, mas podemos ficar atentos até ao final da série relativamente a este tema já que também a própria Filomena Cautela é uma grande defensora da igualdade.

Posto isto, há que dar os parabéns pelo cenário, pela qualidade da produção e pela presença de uma banda ao vivo que, infelizmente, é muitas vezes “engolida” pela histeria em torno dos próprios jogos. Por falar nisso, há jogos bem divertidos, mas há outros que nem tanto. Houve jogos no primeiro programa em que o público em casa não teve uma grande perspectiva do que estava a acontecer, o que empolga pouco. Além disso, espera-se que existam vários outros jogos para ocupar as próximas emissões. Caso contrário, o público vai cansar-se rapidamente.

Por fim, Filomena Cautela. O entusiasmo que coloca em tudo o que faz é sempre louvável e admirável. Foi, sem dúvida alguma, uma ótima escolha para a condução.

No fundo, ‘Eu Faço Tudo Por Amor’ é uma versão “caseira” dos jogos sem fronteiras com a nuance do amor entre casais. Ainda assim, não é melhor que o recente ‘Jogo de Todos Jogos’. O programa da RTP é televisão em movimento, divertida, despretensiosa e, quando assim é, tudo o que não está bem feito são apenas pormenores.

Rating: 3 out of 5.

Categorias: Tags:

[simple-author-box]