Menu

16 de Abril, 2022

Opinião. E agora, SIC? (Parte II)

Daniel Oliveira/SIC

Em janeiro, com a estreia do ‘Big Brother Famosos’, a SIC viu-se em apuros com uma escalada da TVI nas audiências. Embalada pelo sucesso do reality-show, a estação de Queluz de Baixo aproximou-se da principal concorrente, mas rapidamente o canal liderado por Daniel Oliveira recuperou e o que se previa foi apenas um susto. Agora, três meses volvidos, Cristina Ferreira e companhia estão numa luta renhida para vencer o mês. E agora, SIC?

A SIC está há mais de três anos na liderança das audiências, mas abril pode mudar tudo. Aos poucos, a estação de Paço de Arcos perde fulgor e vê-se ultrapassada pelas propostas da TVI. Desde janeiro, pouco mudou na principal concorrente, mas a “contaminação” da programação pelo ‘Big Brother Famosos’, embora capte menos atenções que o anterior, explicam este volte de face. Mas afinal, o que correu mal ao terceiro canal nestes últimos meses?

Programação diária

Os concorrentes do ‘Big Brother’ têm sido visita constante no ‘Dois às 10’ e no ‘Goucha’, nesse sentido, os programas da TVI têm subido os seus resultados sustentadamente e, aos poucos, vão-se sobrepondo aos da SIC. O ‘Júlia’ está visivelmente mais fraco e a acusar algum desgaste e o mesmo se passa com o ‘Casa Feliz’, embora a ‘Crónica Criminal’ ajude o formato a equilibrar os números das manhãs. A seu tempo, o programa de Diana Chaves e João Baião pode estar a acusar cansaço, sobretudo pela excessiva utilização do cenário. A “casa” das manhãs” já serviu, nos últimos anos, para mais dois ou três programas em horários diferentes.

Novelas a ceder

‘Por Ti’ é o maior fiasco nas audiências dos últimos anos na ficção da SIC. A novela ainda se aguentou nas primeiras semanas, mas rapidamente ‘Festa é Festa’ afastou-a da liderança. Além de uma história mais “pesada” e muito parecida com ‘Terra Brava, por exemplo, o casal de protagonistas não funciona. Lourenço Ortigão e Filipa Areosa não cativam e química é coisa que não existe. Por outro lado, ‘Amor Amor’ também está a ficar desgastada devido ao seu tempo de exibição e nem sempre consegue vencer ‘Quero é Viver’. Em horário nobre, ‘A Serra’ e ‘Bom Sucesso’ são os únicos casos de verdadeiro sucesso no panorama atual.

Ainda na ficção, ‘Amor Eterno Amor’ chegou às tardes da estação, foi conquistando um seguro segundo lugar e chegou a aproximar-se do líder ‘Preço Certo’. Quando estava a cimentar os números, Daniel Oliveira mudou o horário e o público parece não ter perdoado mais uma mudança. Antes, ‘Fina Estampa’ também não está a ser completamente feliz e a dar uma liderança segura.

‘Casados à Primeira Vista’

O formato regressou à estação, subiu os números de domingo embora sem nunca ter conseguido vencer o programa de Cristina Ferreira, em média. No fim-de-semana, o programa não consegue manter os ótimos números de ‘Isto é Gozar Com Quem Trabalha’ e perde demasiados espectadores com o avançar da noite.

De tarde, Diana Chaves é mais feliz. Ainda assim, não consegue fazer melhor do que já fazia a novela brasileira. A liderança não está longe, mas também já esteve mais perto. Contudo, chega para vencer o reality-show da TVI.

Novas apostas da SIC

‘Caixa Mágica’ e ‘Ídolos’ chegaram aos sábados da SIC. Fátima Lopes ainda conseguiu um ótimo resultado na estreia, algo que mudou logo ao segundo programa. Já ‘Ídolos’ não esteve mal no seu primeiro programa, mas foi completamente abafado pela gala extra do ‘Big Brother Famosos’. Por agora, o talent-show também não é aquilo que o canal precisava para se manter no primeiro lugar, algo que pode piorar com a chegada das galas.

Por fim, resta à estação de Paço de Arcos esperar que o ‘Desafio Final’ acuse cansaço. Para breve, vai chegar a nova versão de ‘Pantanal’ e, a avaliar pela situação atual, talvez fosse não fosse mal pensado voltar a dar maior destaque à ficção brasileira no horário nobre. Isto porque ‘Lua de Mel’ só está pronta no verão.

Categorias: Tags: