Menu

23 de Janeiro, 2022

Opinião. E agora, SIC?

Daniel Oliveira/SIC

O ‘Big Brother Famosos’ estreou no início deste ano e tornou-se na nova galinha dos ovos de ouro da TVI, muito embalada pela presença de Bruno de Carvalho. Toda a programação do quarto canal acabou por ser alavancada pelo reality show. Do outro lado, e de dia para dia, a SIC está mais enfraquecida e a perder em horários em que era indiscutivelmente líder. É caso para dizer: e agora?

Primeiro, que não se vá em cantigas porque, por agora, a SIC continua a ser líder de audiências em grande parte dos dias de janeiro, embora tenha a TVI cada vez mais próxima. Embora, recentemente e durante a semana, a estação liderada por Daniel Oliveira tenha perdido por dois dias consecutivos. O grande culpado de tudo é mesmo o ‘Big Brother Famosos’. Além de arrebatador nas galas de domingo, o programa apresentado por Cristina Ferreira é um balão de oxigénio na programação diária, tanto nos fins de tarde, como nos fins de noite. Além disso, a novela ‘Quero é Viver’ trouxe mais força ao horário nobre do canal de Queluz de Baixo que já liderava com frequência com ‘Festa é Festa’.

Por outro lado, há uma SIC cada vez mais frágil. Para já, apenas a informação, o programa de humor de Ricardo Araújo Pereira e o ‘Casa Feliz’, de manhã, mantêm uma onda de invencibilidade, embora mais enfraquecida. Em sentido contrário, ‘Júlia’ nem sempre vence ‘Goucha’, as novelas brasileiras voltaram a perder força, sobretudo a repetida ‘Fina Estampa’, e à noite, há muito que ‘Amor Amor’ deixou de ser competitiva como no início. Aos fins-de-semana, ‘A Máscara’ perdeu fôlego com a troca de horário e de dia de exibição e o ‘Hell’s Kitchen’ é o primeiro grande fracasso do novo ano televisivo. Mais uma vez, valha a Daniel Oliveira a informação e o ‘Domingão’.

E agora? O que deve fazer a SIC? Para já, não pode fazer muito mais a não ser esperar e rezar para que a TVI volte à mó de baixo, também porque o ‘BB Famosos’ não dura para sempre. Resta ao canal de Paço de Arcos ajustar alguns horários e jogar com os trunfos que ainda tem disponíveis.

O que aí vem?

A estação de Queluz de Baixo recuperou algum do seu público, mas também é certo que as suas principais cartadas para o início de 2022 já foram jogadas. Já na SIC, ainda está quase tudo por estrear. A caminho estão ‘Amor Eterno Amor’, uma novela brasileira de 2012, ‘Um Lugar ao Sol’, outro produto da Globo estreada no ano passado mas com muitas dificuldades em impor-se no outro lado do oceano, um novo programa de Fátima Lopes, e novas temporadas de ‘Ídolos’ e de ‘Casados à Primeira Vista’. Na ficção portuguesa, ‘Como Um Rio’ também não deve tardar em chegar. A maioria são boas apostas e que devem ter o poder de voltar a reaver o público que deambula entre o número três e o número quatro do telecomando. Ainda assim, é preciso apressar todas elas ou, pelo menos, a grande maioria sob pena de o ciclo de vitórias da SIC ver o seu princípio do fim já este ano.

Categorias: Tags: