Menu

23 de Agosto, 2021

Missa na RTP gera revolta em figuras públicas (c/ vídeo)

Uma passagem numa missa transmitida pela RTP, este domingo (22/08), e partilhada por Madalena Abecasis, gerou uma onda de revolta nas redes sociais. Cristina Ferreira e Catarina Camacho foram alguns dos nomes que repudiaram as palavras lidas por uma fiel durante a eucaristia.

missa rtp
Reprodução

A Leitura da Epístola de São Paulo aos Efésios, reproduzida durante a missa transmitida pela RTP1, ganhou proporções a nível nacional e tornou-se num dos assuntos mais comentados nas redes sociais, depois da partilha da influencer Madalena Abecasis.

“Irmãos, sede submissos uns aos outros. As mulheres submitam-se aos maridos como ao Senhor, porque o marido é a cabeça da mulher como Cristo é a cabeça da Igreja, seu corpo, do qual é o salvador. Como a Igreja se submete a Cristo, assim também as mulheres se devem submeter em tudo aos maridos. Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a igreja e se entregou por ela. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.”, foram as palavras da Bíblia lidas em direto, na televisão, e que causaram uma reação de choque à também designer

“Peço desculpa por este post, mas estou ainda boquiaberta com o que foi lido por esta senhora – calculo que nem sabia o que estava a ler – hoje em direto na RTP. Tendo em conta todo o panorama mundial, ainda mais ignorante, pré-histórico e maléfico é. Maléfico. É só isto que tenho a dizer. E não me venham dizer que é tirado do contexto, pois não há contexto NENHUM neste mundo que justifique este discurso nos dias que correm. (Quem tiver dúvidas da veracidade deste vídeo, puxe na box para trás e veja a eucaristia de hoje ) Update: FYI Eu sou católica”, escreveu Madalena Abecassis acompanhando o texto com o vídeo do momento.

Depois de ver a publicação da amiga, Cristina Ferreira não se escusou a comentar. Num InstaStory, legendou a publicação da influencer com “Não pode ser”. Mais tarde, e depois de muitos comentários, as duas removeram aquilo que tinham partilhado anteriormente.

Já Catarina Camacho, apresentadora da RTP, mostrou-se indignada com o momento vivido na missa exibida pelo canal público durante a manhã. “Não tenho palavras. Estou incrédula. Com tudo o que se está a passar no mundo esta “passagem” é angustiante. O meu Deus não é este. O meu Deus é livre. O meu Deus é pela igualdade e liberdade”, escreveu a comunicadora nas redes sociais.

Além das três profissionais, também Nilton partilhou um vídeo que mostra a leitura da fiel legendando com “Se calhar, até porque estamos em 2021, já se parava de ler isto na missa”.

Até ao momento, nem a Igreja Católica, nem a RTP se pronunciaram sobre a polémica.

https://www.instagram.com/p/CS4Vf9loWYP/

Categorias: Tags:


Tiago Lourenço