Menu

23 de Agosto, 2021

Cristina Ferreira desmente perda de influência nas redes sociais

Depois de a TV7 Dias ter noticiado que Cristina Ferreira perdeu 60 lugares no que à influência digital diz respeito, a apresentadora apressou-se a desmentir, este domingo (22/08). A mulher forte do canal de Queluz de Baixo garantiu que os estudos apresentados e a comparação realizada sobre as suas redes sociais “têm finalidades e objetivos diferentes na sua análise”.

Cristina Ferreira desmente perda de influência nas redes sociais
Cristina Ferreira/Instagram

A matéria da revista semanal dá conta de que a diretora de entretenimento e ficção da TVI perdeu influência nas redes sociais. “De um quarto lugar, registado no final do ano passado, a apresentadora caiu para um retumbante 64.º”, pode ler-se.

A TV 7 Dias baseou-se num estudo elaborado pela Brinfer com dados que vão do início deste ano até final de maio. Em comunicado, Cristina Ferreira explicou que a análise da plataforma, realizada em novembro de 2020, “analisa a média de interações diárias nas redes sociais da apresentadora”. Por outro lado, o mais recente estudo refere-se “à média de interações por publicação nas redes sociais da mesma”.

Nesse sentido, a profissional alegou que é errado “obter conclusões falsas para a elaboração de um ranking”. No mesmo comunicado, a mulher da Malveira explicou ainda que continua a crescer no Instagram, com uma taxa mensal que ronda os 0,5%.

“Pode ser o início do fim”

Com base no estudo da Brinfer, a publicação da Impala contactou dois especialistas em comunicação digital. Rui Lourenço referiu que a descida de 60 posições “não é uma queda normal” e avisou ainda que Cristina tem de “parar e estar num lugar mais discreto para, depois, ressurgir”. Para o especialista, a saída abrupta da SIC e o excesso de exposição estão na origem da queda na influência.


Recorde-se que, além de ser detentora de 2,5% da Media Capital, a profissional tem ainda coleções de sapatos, roupa, vernizes, uma revista e um site, todos dependentes do sucesso, não só da televisão, mas também das redes sociais.

Atualização do artigo a 24/08 com correção das respectivas declarações de Pedro Tavares e Rui Lourenço.

Categorias: Tags:


Tiago Lourenço