Menu

5 de Julho, 2021

Opinião. Enquanto o amor não vem

‘O Amor Acontece’ chegou à TVI, este domingo à noite, e trouxe uma nova versão de tudo aquilo que já vimos nesta nova onda de programas de encontros amorosos na televisão.

O início trouxe logo ao de cima momentos dramáticos de vários concorrentes que, mais tarde, se tornaram irrelevantes para a vontade de tornar o formato mais polémico. Noite dentro, conhecemos quatro casais hétero, uns à procura de uma companhia e de uma amor para a vida, ou para o momento, e outros claramente à procura do seu minuto de fama.

O formato é simples: durante quatro dias os concorrentes vão conviver com uma pessoa selecionada pela produção. No mínimo terão de ter um encontro de 24 horas e, a partir daí, podem deixar a experiência a qualquer momento. Apesar de bem produzido, a nova aposta da TVI não traz ao público absolutamente nada de novo. É uma versão menos pomposa do ‘Casados à Primeira Vista’, da SIC, embora mais elaborada que ‘O Carro do Amor’ ou ‘First Dates’, por exemplo.

Os concorrentes

O casting do reality show é bom, sobretudo no que toca aos interessantes concorrentes mais velhos, que deram logo asas aos primeiros momentos de romance. Contudo, o leque de concorrentes mais jovens, com idades a rondar os 20 anos, cansa de certa forma, sobretudo para quem não tem grande paciência para picardias de jovens que ainda têm muito para viver.

Muitas vezes, soa tudo a uma grande criancice. 

De todos os concorrentes, o grande achado é mesmo Joana, a concorrente que viajou da Suíça para participar neste novo programa. Aliás, seria uma belíssima escolha, por exemplo, para um ‘Big Brother’.

Os cenários

Neste campo a TVI acertou em cheio. A praia, o campo e a serra proporcionaram belíssimas imagens que competem com as da concorrência, ou seja, com o mundo rural do ‘Quem Quer Namorar Com o Agricultor?’.

Pontos positivos e negativos

Além de tudo o que já foi escrito, há ainda espaço para elogios aos apresentadores. Maria Cerqueira Gomes e Pedro Teixeira não têm uma tarefa difícil, mas desempenharam lindamente a sua missão. Aliás, a apresentadora do Porto abafou por completo o ator e daria perfeitamente conta do recado sozinha.

Por outro lado, e aí já se trata de uma falha de todos e recorrente para os lados de Queluz de Baixo, explicar parte das regras de um novo programa apenas mais de uma hora depois do seu início é uma grande falha.

Concluindo, este ‘O Amor Acontece’ mostrou-se divertido e capaz de dar à TVI bons números aos domingos, até melhores do que o antecessor ‘All Together Now’. Ainda assim, não deixa de ser mais do mesmo.

Mais dia menos dia, estes programas de encontros vão cansar de tão explorados que estão a ser pelos canais privados.

Categorias: Tags: