Menu

8 de Maio, 2021

Opinião. A linha ténue entre a homenagem e o aproveitamento

A SIC decidiu adaptar a sua programação de sábado (08/05), e apostar numa espécie de homenagem a Maria João Abreu. A atriz está internada em estado grave há mais de uma semana depois de ter sofrido um aneurisma cerebral. Em casos como este, as opiniões dividem-se: será uma homenagem ou aproveitamento?

Homenagem a Maria João Abreu
Maria João Abreu/Instagram

Maria João Abreu tem estado ligada à SIC nos últimos anos e o seu talento tem sido reconhecido e aproveitado. Agora que a atriz está internada no hospital com um prognóstico reservado, o canal decidiu prestar uma homenagem à profissional com a transmissão, no sábado (08/05), da revista à portuguesa ‘Portugal à Gargalhada’ e um especial de ‘Patrões Fora’ em horário nobre.

Sinceramente, as homenagens devem ser feitas quando alguém as pode vivenciar e agradecer, o que não invalida que neste caso, mesmo assim, não exista um bom motivo para que seja feita. 

Verdade também é que, obviamente, algum público se vai sentir mais tentado em assistir aos dois formatos devido ao estado de saúde da atriz. Isso pode ser entendido também como um claro aproveitamento da estação em captar audiências com a desgraça alheia.

Não menos verdade é o facto de a SIC ter sido excelente para Maria João Abreu nos últimos anos. ‘Golpe de Sorte’ foi a primeira série que protagonizou e o papel da sua vida, como chegou a afirmar, teve um bom momento em ‘24 Horas de Vida’, ao lado de Bárbara Guimarães, já brilhou e ainda brilha em várias novelas com diferentes papéis e pôde ainda mostrar o seu talento no humor com ‘Patrões Fora’.

Pesando os vários pratos da balança, é justo que o canal de Paço de Arcos homenageie a atriz e que também ganhe alguma coisa com isso, desde que não se ultrapassem os limites do bom senso.

Em jeito de conclusão, é sempre difícil fazer juízos de valor, sobretudo em casos como este. Entre a homenagem e o aproveitamento há uma linha ténue e só quem programou estes momentos de televisão pode definir o que pensou quando decidiu fazê-lo.

Categorias: Tags: