Menu

3 de Abril, 2021

TVI questiona audiências. Programas de Cristina serão os mais afetados

A TVI colocou em causa a medição das audiências, realizada pela GFK, em declarações ao jornal Nascer do Sol. Segundo o canal, existem diferenças entres os números registados pelos Operadores de Cabo, não auditados, e aqueles que são divulgados pelas medições oficiais auditadas pela CAEM.

Cerca de 26 meses sem vencer a principal concorrente, a SIC, a estação de Queluz de Baixo coloca agora em causa os números recolhidos pela GFK, empresa que renovou o contrato a Comissão de Análise e Estudo de Meios (CAEM) este ano. Para a TVI, por exemplo, as audiências registadas pelos dois programas apresentados por Cristina Ferreira não estão corretas.

Temos efetivamente detetado essa discrepância. Em que programas nossos, como por exemplo o All Together Now, ou a estreia ainda esta segunda-feira do programa Cristina ComVida, que teve enorme destaque nas diferentes plataformas digitais, sem comparação possível com os programas concorrentes diretos, e depois verificamos que tais dados não têm qualquer correspondência com os níveis de audiência referidos“, refere o canal ao Nascer do Sol.

Para a estação liderada por Nuno Santos, os 1100 lares que fazem parte da amostra que serve para a medição das audiências televisivas em Portugal não são suficientes e que são muito diferentes daquelas que são obtidas através das boxes das Operadoras do Cabo que, relembra, estão em cerca de 90% dos lares nacionais. 

É uma questão que deve merecer uma profunda análise e reflexão. O ideal para o mercado é a existência de um painel o mais fidedigno e o mais abrangente possível”, refere a TVI em declarações confirmadas pelo Espalha-Factos.

Por sua vez, o presidente da CAEM, Fernando Cruz, defende o painel e garante que a amostra é “representativa da população”.

Alheias à polémica, RTP e SIC preferiram não comentar as questões avançadas pelo quarto canal.

Qual é o trabalho CAEM?

A CAEM é uma associação que representa canais de televisão, agências e anunciantes. Do grupo fazem ainda parte a MEO, a NOS e o grupo FOX.


A associação é responsável pela contração da empresa medidora e das auditorias aos números. A GFK é a empresa encarregue das audiências em Portugal desde 2012 e renovou o seu contrato no início deste ano.

Categorias: Tags: