*

Cristina acusada de recusar seis programas na SIC

O jornal Correio da Manhã desta quinta-feira (22/10) revelou que, na acusação à apresentadora levada a tribunal pela SIC, é mencionado que foram rejeitados seis programas. Dois deles não chegaram a ver a luz do dia.

Cristina Ferreira
Daily Cristina/Instagram

A guerra entre a Cristina Ferreira e a SIC continua acesa e a publicação da Cofina revelou mais uma acha que acendeu a fogueira. No contrato celebrado com a estação de Paço de Arcos, em 2018, estaria prevista a apresentação de pelo menos um programa em horário nobre por ano, algo que não se chegou a verificar.

O número de recusas é elevado se se tiver em conta que a nova mulher forte da TVI esteve apenas cerca de um ano e meio na SIC. Na lista dos seis programas que não terão sido aceites por Cristina está um que talvez surpreenda mais do que qualquer um dos outros. O ‘Quem Quer Ser Milionário?’ terá sido uma das apostas pensadas por Daniel Oliveira para a então estrela da estação. Com a recusa, a RTP1 voltou a adquirir o formato e entregou-o a Filomena Cautela.

Além do concurso, esteve na mira da apresentadora o ‘Lip Sync Portugal’, entregue depois a João Manzarra e César Mourão, o ‘A Máscara’, também encabeçado por Manzarra, e o mais recente ‘O Noivo É Que Sabe’, atualmente apresentado por Cláudia Vieira.

Para finalizar a lista, estiveram ainda em cima da mesa ‘Lista de Sogras’ e ‘A Experiência’, que nunca chegaram a avançar.

Para justificar as suas decisões, o Correio da Manhã revelou que Cristina alegou “falta de interesse nos projetos“, além de poderem “desgastar a sua imagem e da marca Cristina“.

Após o regresso ao canal de Queluz de Baixo, a SIC avançou com um processo em tribunal em que pretende uma indemnização de 20 milhões de euros. Esta segunda-feira (19/10), várias publicações deram conta de que a mulher da Malveira pediu mais tempo para se defender.

Cristina Ferreira apresentou na estação de Pinto Balsemão o ‘Programa da Cristina’, ‘Prémio de Sonho’ e assumiu a condução da edição anual dos ‘Globos de Ouro’, em 2019.

%d bloggers like this: