*

O Templo de Diana

Diana
Fotografia.: Instagram Diana Chaves

Diana Chaves foi chamada a assumir o ‘Casa Feliz’ ao lado de João Baião devido à badalada transferência de Cristina Ferreira para a TVI. A apresentadora já tinha experimentado outros desafios, mas nenhuma foi tão exigente como conduzir um direto de três horas durante a manhã.

Atualmente, está sozinha e segundo a mesma “faz o melhor que pode pode”Ora, quem dá o que tem, a mais não é obrigado e aqui a atriz não podia ter sido melhor escolha para substituir a mulher da Malveira.

Diana não é ainda uma grande apresentadora de televisão e uma comunicadora nata, mas pode lá chegar. Contudo, tal não invalida que tenha características que muito poucas têm no meio. É doce, divertida, interessada, trabalhadora, bonita e, sobretudo, genuína.

Se há algo que passa para o espectador através do ecrã é essa genuinidade. Tal característica desculpa-lhe qualquer atropelo nas palavras ou instantes de silêncio.

Se porventura não se mantiver nas manhãs, o seu tempo não foi de todo perdido. Aprendeu com certeza muito e ganhou um espaço maior no gosto de algum público mais velho que podia ainda não respeitá-la devidamente.

A solo, venceu no primeiro dia e perdeu nos dois seguintes para Manuel Luís Goucha. Até aqui não se lhe pode pedir mais. O programa do canal de Paço de Arcos não vence audiências de forma consecutiva desde que se tornou em ‘Casa Feliz’ e do outro lado está um formato oleado e com um dos apresentadores mais experientes da atualidade.

Diana Chaves é um valor seguro para da SIC e mostrou que pode fazer de qualquer lugar o seu templo.  

%d bloggers like this: