André Ventura agradece à CMTV após dispensa do canal

André Ventura
Fotografia.: Facebook André Ventura

André Ventura foi dispensado da CMTV e do jornal Correio da Manhã, confirmou o diretor Octávio Ribeiro, esta terça-feira (19/05). O comentador e deputado já veio pedir para não existirem polémicas sobre a sua saída do canal e agradeceu a uma casa onde foi “muito feliz”.

Habitualmente é o centro da polémica por aquilo que diz, mas desta vez o foco da notícia é outro. Depois de algum tempo como colaborador no canal e jornal da Cofina, o também deputado foi dispensado.

Em entrevista ao semanário Expresso, o diretor-geral da empresa revelou que foram “ultrapassadas algumas linhas vermelhas“, relativamente ao comentador. “Não se trata de censura, mas chegou uma altura em que considerámos que as suas posições colocavam em causa direitos previstos na Constituição, como o direito à vida e a igualdade dos cidadãos perante a lei“, explicou Octávio Ribeiro à publicação.

André Ventura, em declarações à revista Visão, confessou estar agradecido à CMTV e ao Correio da Manhã, mas escusou-se a fazer mais comentários. Contudo, utilizou a sua página de Facebook para pedir que não existam controvérsias com a sua dispensa. “Não vale a pena fazer e recriar polémicas com a minha saída da CMTV e do Correio da Manhã. Foi um tempo muito feliz, onde cresci muito e conheci gente fabulosa. Estou totalmente concentrado em Portugal e nos portugueses,e vou vencer as próximas eleições presidenciais.”, pode ler-se na rede social.

Recorde-se que a mais recente polémica do líder do Chega envolve a população de etnia cigana, que teve no jogador de futebol, Ricardo Quaresma, o maior defensor.

André Ventura era cronista no jornal mais vendido em Portugal e comentador no programa de televisão ‘Pé em Riste’.

%d bloggers like this: