Crianças no comando, mais uma vez

Fotografia.: Instagram Catarina Furtado
Clique em “Gostar” depois de aceder ao Facebook

“Aqui Mandam as Crianças!” chegou à RTP a 1 de junho, sem grande alarido e sem grande promoção por parte do canal. O primeiro programa teve o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, como convidado.

Catarina Furtado é a apresentadora que volta ao registo pela terceira vez. A primeira foi em 1999, na SIC, com “Pequenos e Terríveis”. A segunda foi com “Quem Tramou Peter Pan?”, em 2011, também na estação pública.

Há algum tempo que as televisões não tornavam as crianças protagonistas de um formato. A RTP voltou a usar uma fórmula antiga, mas sem grande repercussão.

O programa não conseguiu mais que o 10º e 9º lugar entre os mais vistos, nos dois sábados em que foi emitido.

“Aqui Mandam as Crianças!” não traz nada de novo. Não é muito mais do que crianças a dizerem aquilo que pensam e muito do que lhes vem à cabeça, umas vezes com graça, outras nem por isso. Pelo meio, há pequenas entrevistas a convidados conhecidos do púbico, que talvez seja o momento mais interessante.

Apesar de não ser um horário em que a RTP se consiga, normalmente, impor, fica claro que os formatos com crianças e com tão poucas diferenças em 20 anos, se compararmos com “Pequenos e Terríveis”, já não valem por si só para cativar o público.

Por outro lado, Catarina Furtado está como um peixe na água. Segura, divertida e envolvente. É uma das melhores figuras da televisão portuguesa de sempre e continua prová-lo.

Nota ainda para o cenário que está bem conseguido e enquadrado.

É a terceira vez que as crianças mandam e provavelmente será a última durante mais algum par de anos.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: